Portal Uol (Viva Bem) publica história de superação de paciente 5S

Após se casar, Kelly Andrade, 39 anos, descuidou da saúde e viu a balança subir dos 67 kg para os 127 kg. Preocupada com a saúde, a bancária decidiu mudar hábitos e emagrecer após sua mãe morrer aos 45 anos, devido a um problema cardíaco. A seguir, a brasiliense conta como conseguiu eliminar 56 kg:

“Apesar de não ser uma criança obesa, desde pequena tive facilidade para ganhar peso. Quando me casei, em 2011, comecei a engordar, mas não dei bola e deixei a vida passar. Só me dei conta que não estava bem quando já estava com 117 kg (tenho 1,65 m de altura). Porém, devido ao dia a dia corrido e estressante, continuei deixando o cuidado comigo de lado e pouco tempo ganhei mais 10 kg.

Como sou vaidosa, o que me mais incomodou foi não achar roupas nas lojas que costumava fazer compras, pois nada me servia. Passei a comprar pela internet e, ma maioria das vezes, não era eu quem escolhia o que iria vestir, e sim a roupa que cabia no meu corpo que ‘me escolhia’. Arquivo pessoal Imagem: Arquivo pessoal Minha preocupação com o excesso de peso aumentou quando perdi minha mãe por causa de problemas cardíacos, quando ela tinha apenas 45 anos. Sabia que se continuasse com hábitos ruins e obesa, não chegaria nem na idade dela.
Decidi então ir ao médico e fazer uma cirurgia bariátrica. Como tomo anticoncepcional, o médico recomendou que eu parasse com a medicação e aguardasse um tempo para estar apta à cirurgia. Decidi não fazer isso, pois não queria correr risco de engravidar, e voltei a estaca zero.
Só me animei novamente a perder peso em agosto de 2016. Em uma conversa com uma cliente, ela me sugeriu tentar um método voltado para o emagrecimento chamado 5S. O procedimento tem como base a reeducação alimentar, com orientação diária de nutricionistas, profissionais de educação física e outras especialidades.